Polícia

Polícia investiga mulher que fez selfie com feto após aborto

(Foto ilustrativa: Pixabay)

O Conselho Tutelar e a Polícia Civil do Distrito Federal investigam o caso de uma mulher que postou uma selfie com o feto após sofrer um aborto. A acusada é suspeita de provocar o aborto, crime passível de um a três anos de detenção.

Ela fez um pedido às autoridades para não ser identificada porque teme represálias da população. Mesmo assim, em seu depoimento, feito nesta segunda-feira (11), afirmou que o aborto foi espontâneo e que ocorreu em 2016.

De acordo com o delegado Rodrigo Telho, da 33ª Delegacia de Polícia (Santa Maria), ela apresentou um laudo de aborto espontâneo ocorrido no hospital e que teria tido a ideia da foto quando foi ao banheiro. Se a versão for comprovada, não configura crime, mas o delegado ressaltou que a atitude “foi mórbida”.

Depois, mandou a foto para um grupo de amigas. A selfie foi parar nas redes sociais depois de uma “simples briga” entre ela e uma das integrantes do grupo, como relatou a acusada. Ela registrou uma denúncia por difamação contra a colega que publicou a imagem.

Fonte: Pleno News

Clique para comentar

Faça um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Visualizadas

Topo