Polícia

Denunciante de João de Deus comete suicídio e deixa cartas

A ativista Sabrina de Campos Bittencourt, de 37 anos, cometeu suicídio neste sábado (2), em Barcelona, Espanha. Ela ficou conhecida por ajudar a desmascarar diversos casos de abuso sexual do médium João de Deus.

Seu filho, Gabriel Baum, confirmou a notícia. Pelas redes sociais, ele fez uma homenagem à mãe e revelou que ela deixou cartas e vídeos para ele após sua morte.

Filho de João de Deus é preso por coação de testemunha
Ministério Público denuncia João de Deus pela 3ª vez
Advogado de João de Deus o chama de “farrapo humano”

– Minha mãe passou o ano todo me preparando, mas nunca estamos preparados mesmo. Ela fez mais de 300 vídeos com todas as instruções. Deixou tudo com provas, organizado. Tem um pacote de cartas. Ela não queria ser morta pelas quadrilhas nem pelo câncer. Minha mãe lutou até o final, ela não desistiu! – revelou.

Gabriel, que também é ativista, afirmou que “será forte pelos seus irmãos” e que continuará o trabalho da mãe.

– Ela se transformou em outra matéria. Nós seguiremos por ela. Foi isso o que minha mãe me ensinou e ninguém vai poder tirar de mim. Não permitam que manchem o nome dela. Eu estava com a minha mãe quando a Marielle foi assassinada. Ela me disse: “filho, a próxima sou eu, mas estaremos sempre presentes” – apontou.

PEÇA AJUDA
No Brasil, o Centro de Valorização da Vida é uma das instituições que dão apoio emocional e trabalham para prevenir o suicídio. Para pedir ajuda ligue para o número 188 ou acesse o site.

Clique para comentar

Faça um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Visualizadas

Topo